ArtantheCities
ART TRAVEL
& MORE
Follow me

Search

catalogo generale

Catálogo geral. Ou fundamentado. O que é isso?

O catálogo geral é um diário da atividade de um artista.

Muitos grandes artistas conseguem criar seu próprio catálogo geral ou raisonné no auge de sua carreira. Isso é seguido por colaboradores criticamente atentos e por catadores que reclamam da necessidade de exigências do mercado.

Superada a monotonia primitiva, muitas vezes provocada pela dificuldade que por vezes se encontra na abordagem deste “livro gigante”, o catálogo geral apresenta alguns aspectos interessantes. Seja já publicado ou em construção, o primeiro é poder acompanhar o caminho de um artista. Aliás, bastará seguir a cronologia das páginas e o passar do tempo. Desta forma será possível avaliar em alguns casos até a tensão criativa.

Catálogo geral. Ou fundamentado. A história do artista

Se bem estruturada e repleta de informações, pode ser uma salvaguarda essencial contra inconvenientes episódios de desvalorização da obra. Muitas vezes pela ausência de notícias. Um exemplo pode ser a percepção comum de que um artista trabalhou muito em determinado período de sua carreira. E tem, por isso, produzido várias obras. Ou, ao contrário, que não trabalhou para nada e que, portanto, trabalhos de certa época são uma raridade. Através de uma cuidadosa catalogação, você imediatamente se torna consciente da realidade dos fatos. E, portanto, uma avaliação correta pode ser feita. Longe dos jogos de poder de galeristas ou casas de leilões, mas com base em dados confiáveis ​​e transparentes.

Uma obra, portanto, da qual é possível contar a história desde o momento da criação até hoje. Dos quais será possível traçar os períodos em que gozou de maior destaque, através de vendas em leilão, galeria e entre particulares, exposições por todo o mundo. Esta é uma obra que certamente terá maior destaque do ponto de vista cultural e de mercado, comparativamente a uma obra cuja originalidade ou história são incertas.

Catálogo geral. Ou fundamentado. O arquivamento das obras

Para permitir uma redação completa do catálogo geral, o arquivo na maioria das vezes convida seus colecionadores a colaborar fornecendo o material necessário.

Para arquivar as obras e poder decretar a sua autenticidade, ou, em alguns casos, apenas o interesse, é necessária toda a documentação existente pertencente ao colecionador ou à galeria. A avaliação é feita pelo arquivo ou por uma comissão científica designada por este para a sua inclusão no catálogo. Na presença do artista, se vivo. Em sua ausência, é claro, se não estiver mais vivo. 

Catálogo geral. Ou fundamentado. O curador crítico

Por fim, a criação de um catálogo geral decorre de uma longa associação entre o artista e o crítico que será o curador do volume, pois deve ser a publicação mais rica da obra do mestre a nível científico. De facto, o curador traz consigo o seu próprio conhecimento do contexto histórico e artístico em que a obra nasceu, mas também o ponto de vista adequado para sublinhar as peculiaridades de cada obra.

Catálogo geral: o diário da atividade de um artista. Muitos artistas fazem um logo no auge de suas carreiras. Vamos descobrir o que é e para que serve!O catálogo geral como um todo pode, portanto, ser definido como a “Bíblia” de um artista, enquanto as fichas técnicas de cada obra que o compõe podem ser assimiladas a uma carteira de identidade detalhada: tudo o que há para saber sobre o artista e suas obras será contada neste volume que assume, portanto, o valor de um texto de referência ideal.